Procurado matador que atrai crianças pelo Orkut no PA

26/03/2007
Fonte: 
http://www3.atarde.com.br/brasil/interna.jsp?xsl=noticia.xsl&xml=NOTICIA/2007/03/26/1065120.xml
Autor: 
Da redação
Veículo de Imprensa: 
Veículo Nacional

A polícia paraense investiga a existência de um matador em série de crianças que estaria usando o Orkut - site de relacionamento da Internet - para atrair as vítimas, estuprá-las e assassiná-las, atirando depois os corpos num mesmo local, as matas da Ceasa, nos arredores de Belém. A morte de R. V. S., 14 anos, na última quinta-feira, alimenta a suspeita policial. Em janeiro deste ano, A. A. N. M., também de 14 anos, foi assassinado praticamente no mesmo local e da mesma forma como R. V. S.

O detalhe que mais chama a atenção dos policiais é que as duas vítimas, estudantes, freqüentavam a mesma escola e uma loja de acesso à Internet no bairro do Guamá, onde residiam. Uma terceira criança está desaparecida há dez dias, levando seus familiares a temer que tenha sido também assassinada. O Tribunal de Justiça decidiu exigir o cumprimento, pela polícia, de uma portaria de 2004, que disciplina o funcionamento de casas de jogos eletrônicos e de acesso à Internet da cidade.

"Nós estamos juntando as coincidências e peças desse caso para formar uma linha de investigação", explicou o delegado metropolitano, Paulo Tamer. Ele quer fechar o cerco sobre o criminoso e prendê-lo antes que faça mais vítimas.

A Pastoral da Criança, ligada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promete acompanhar a investigação. A CNBB cobra urgência na captura do assassino. O padre Alberto Maia de Lima disse que formará uma comissão paroquial para o caso. "A situação está se agravando. As duas crianças mortas e a desaparecida eram amigas e tinham os mesmos interesses por computador e Internet", observou Lima.