Cresce em 264,50% o número de denúncias de crimes praticados no Facebook

10/01/2013
Fonte: 
SaferNet Brasil
Autor: 
SaferNet Brasil
Veículo de Imprensa: 
SaferNet Brasil

Indicadores da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (CND) apontam um crescimento de 264,50% de 2011 para 2012.

Em 2012, foram 11.305 endereços denunciados à CND referentes ao Facebook, um aumento de 264,50% comparado à 2011. A maioria (5021 URLs) supostamente abrigava conteúdos de Racismo. Na sequência aparecem Pornografia Infantil (1969 URLs), Apologia e Incitação a crimes contra a vida (1513 URLs), Maus tratos contra animais (697 URLs), Homofobia (635 URLs), Intolerância religiosa (494 URLs), Xenofobia (376 URLs), Tráfico de Pessoas (233 URLs), Neonazismo (186 URLs) e Genocídio (181 URLs). Em 2010, a CND recebeu denúncias de apenas 233 URLs do Facebook. No ano seguinte, foram 4.274 URLs, ou seja um aumento de 1834,33%, em relação ao ano anterior. Em 2012 o Facebook ficou em segundo lugar no ranking global no número de denúncias recebidas no Brasil pelos 7 hotlines integrados à CND, só perdendo para o Orkut, que lidera o ranking desde 2006. Entretanto, ao analisarmos os dados do último trimestre de 2012, percebemos que a tendência é o Facebook assumir a liderança e se consolidar em 2013 como a rede social com o maior número de denúncias de crimes e violações a Direitos Humanos na Internet brasileira.
Com o objetivo de agilizar a detecção e remoção dos conteúdos ilícitos no Facebook, a SaferNet Brasil está discutindo com os executivos da rede social um acordo de cooperação para permitir que as URLs denunciadas sejam encaminhadas automaticamente para revisão pelo time de suporte e segurança da empresa. “Esse acordo dará segurança aos usuários e aos anunciantes do Facebook. Esperamos anunciá-lo em breve”, afirma Thiago Tavares, presidente da SaferNet Brasil.

ANÁLISES E TENDÊNCIAS PARA 2013

No tocante ao Twitter, a rede social continua fazendo vistas grossas para os conteúdos racistas e neonazistas que se proliferam no microblog desde 2010; a empresa deve entrar na mira das autoridades brasileiras em 2013, depois de ter anunciado a abertura do seu escritório no Brasil em dezembro de 2012.

Em 2013 o Google deve concluir o processo de migração de boa parte dos usuários do Orkut para o Google Plus (G+1) e anunciar formalmente a desativação do Orkut, rede social que liderou o mercado brasileiro até ser ultrapassado pelo Facebook em dezembro de 2011. Com o provável fim do Orkut, o Youtube e o Blogspot devem assumir em 2013 a liderança em número de denúncias de crimes e violações a Direitos Humanos no âmbito dos produtos da plataforma do Google no Brasil.

No tocante a Deepweb, a CND recebeu em 2012 o total de 199 denúncias anônimas de conteúdos ilícitos nessa camada “invisível” e pouco conhecida da Internet, sendo 119 de pornografia infantil. É provável que em 2013 a PF deflagre a primeira grande operação para reprimir os crimes praticados nessa “web secreta”.

Confira os indicadores de denúncias recebidas de outras plataformas e redes sociais muito populares no Brasil.
Twitter:
2010: 2363
2011: 3568
2012: 2240

Google:
2010: 50.450 URLs
2011: 42.438 URLs
2012: 22.410 URLs

Orkut:
2010: 47.837 URLs
2011: 37.874 URLs
2012: 18.136 URLs

Blogspot:
2010: 1.412 blogs
2011: 2.139 blogs
2012: 2.174 blogs

Youtube:
2010: 993 vídeos
2011: 1.960 vídeos
2012: 1.847 vídeos

Estes e outros indicadores consolidados de 2006 a 2012 estarão disponíveis para consulta pública através de uma ferramenta interativa de visualização e cruzamento de dados no site da SaferNet Brasil: http://indicadores.safernet.org.br. O desenvolvimento da ferramenta é resultado de uma parceria com a Childhood Brasil. Denúncias de violações de crimes contra os direitos humanos na Internet devem ser feitas em www.denuncie.org.br .

Mais informações:
Assessoria de imprensa da SaferNet Brasil – Donminique Azevedo (71) 3235 5910 91361618 E-mail: donminiqueazevedo@safernet.org.br